domingo, 24 de janeiro de 2010

Mafalda


Muitas vezes na vida só nos resta esperar, nem sempre ir à luta, correr atrás resolve. Muitas vezes não depende de nossas atitudes o resultado das  coisas que queremos. Muitas vezes também nos iludimos com algo que nunca irá acontecer, ou melhor, várias vezes (pelo menos comigo). Idealizo coisas que não irão ocorrer exatamente por sonhar muito (sou pisciana sabe?! e tb assisti muitos filmes durante a vida). Pois é, sou contra essa de colocar as meninas para assistir esses filmes de contos de fadas, pq crescemos idealizando coisas que não ocorrem (ou pelo menos não para mim). Idealizava tanta coisa diferente na minha vida e agora que vejo que certas coisas não se concretizam ou não da forma que se imagina, fico um pouco frustrada, penso muitas vezes que sou uma fracassada ou que sou muito sonhadora e quero ter uma "vida perfeita". Não estou amarga, nem ressentida, nem reclamando da vida, só queria expor aqui o que estou sentindo, apesar de achar que não fui clara o suficiente, para ver se sou normal.

9 comentários:

Paixão por Artes disse...

Nós mulheres (principalmente piscianas -também sou-) temos a inútil mania de idealizar muitas coisas que poderíamos simplesmente deixar acontecer.
e quando nossos ideais não se concretizam, tendemos sim (e que mal há nisso?) a nos sentir frustradas. Isso não deveria ser, mas é normal; afinal somos mulheres!
Que mesmo em pleno século XX fomos criadas para ter uma vida perfeita, com um emprego perfeito e "se Deus quiser" o marido perfeito; mesmo quando ouvíamos que homem é tudo igual...
eu pelo menos não me lembro de ninguém que ouviu dos pais(quando mais novo) o seguinte desejo:
'-Filha, quando você crescer, vai trabalhar numa loja de departamentos {isso é só um mero exemplo} 8hs por dia, pegar 2ônibus pra chegar ao trabalho, atender pessoas complicadas , ouvir cobranças de um superior mala e ganhar um salário mínimo que mal vai dar pra você se sustentar!!! Não é maravilhoso!?!'
Ou seja, fomos criadas cheias de ideais! Então não considero culposo que continuemos sonhando com coisas que podem nunca acontecer, nem tampouco distorcer um acontecido, transformando o fato em uma situação de romantismo -do literário-.
Apenas temos que aprender a lidar com essa característica; e tentar, mesmo que a duras penas, pôr os pés no chão e VIVER a realidade.

Sei que também posso não estar sendo muito clara, mas quando li sua postagem foi isso que me veio à mente.

Um grande abraço, e que com o passar das horas possas sentir-se melhor.

Suzy

Marina Mott disse...

Normalíssima! Ou somos todas loucas... Hoje, digo, exatamente nesta data, acredito que o que vale a pena nestas questões é aprendermos a lidar com as frustrações. Porque elas vieram, vêm e virão. Não adianta, a gente sempre espera. A gente sempre acredita que se agirmos corretamente, se formos boas meninas (moças, mulheres) a vida trará coisas boas para a gente. Ledo engano. O A vantagem de ser boa, leal e honesta é a satisfação que a agente sente com a gente mesma; o que, diga-se de passagem, não é pouco. Acho que a gente deve, sim, fazer a nossa parte na busca dos nossos sonhos, mas, jamais contando com a garantia de sucesso. Essa não existe. A vida é uma aventura, com todas as suas alegrias, suas tristezas e seus riscos. Um beijão!

Eliana Pessoa disse...

No natal coloquei um post falando da tristeza de esperar o bom velhinho(papai noel)que nunca chega na nossa casa, mas chega na casa do vizinho.porque ele só não consegue achar a minha casa????????
Acharam que eu estava amarga...triste demais...
Não é amargura só ñ quero que continue a iludir crianças inocentes...sendo que a verdade pode facilitar bastante as coisas!

ENFIN SÃO CONTOS QUE Ñ EXISTEM!
NÉ!
BJIM

Scaf disse...

Pois contos de fadas não existem, mas podemos criar o nosso á medida que conseguimos, alias eu sempre fui muito negativa, mas com o tempo fui me mentalisando que quem faz a nossa vida somos nos mesmos e cabe a nos melhora-la, como conseguirmos, a vida não é um mar de rosas, mas podemos juntar-lhe umas petalas :)
beijos

Nana disse...

Amiga, calma, calma, um dia você verá a beleza da vida por ela ser assim, o problema que sempre queremos a história dos outros e esquecemos de fazer a nossa história.
Não desista da sua,mesmo tomando rumos que nunca esperou, viva com muita intensidade, sabe porque?
Um dia você ficará velha e não terá histórias para contar aos seus netos.
bjss

Paixão por Artes disse...

Concordo plenamente com as amigas e aproveito pra acrescentar...
Sim, eu concordo (mesmo discordando) que devemos dar um pouco de magia às nossas crianças; afinal de contas esperar por Papai Noel e por volta dos oito anos entender que ele não existe de verdade, faz parte desse aprendizado pelo qual devemos passar pra aprender a distinguir o que é real do ideal.
Lembro que no começo da adolescência li dois livros que me marcaram muito: "A mulher só" e "Meninas boazinhas vão para o cèu (as más vão à luta!).
O primeiro; uma ficção que conta a história de uma moça não muito 'correta' que quer ser atriz. Lembro que no final ela ganha o tão sonhado Oscar, mas o que mais marcou foi a primeira e última frase do livro: "ela estava sentada no alto da escada e chorava..."
No segundo; de auto-ajuda, fala justamente dessa mania que temos de ser boazinhas e no fundo esperar uma recompensa.
Não lembro autor nem editora dos dois, mas se vocês puderem ler esses são muito bens.


Um beijão pra todas e bom domingo.

Suzy

Ana Cristina Cattete Quevedo disse...

Concordo com as moças acima.
Sabe o que achoa?Nossas expectativas perante a vida são altas. Nós mesmas nos cobramos demais e a sociedade idem.

É impossivel atender a todas os nossos desejos, a todos os planos que fazemos. Não dá para trabalhar fora e ter uma casa imaculada. Não dá para ter dinheiro suficiente para pagar escola, judo tenis e balet, quando nossos filhos estão privados da noss companhia.

Hoje só faço o que posso. Respeito meus limites.

Não baixo minhas expectativas, pois nossos planos são a nossa motivação para uma vida melhor. Mas faço-os já sabendo que a frustração é uma opção.

Bem, pelo menos desse jeito está funcionando para mim e para minha família =)

Nana, espero que voce saiba o quanto é especial e se valorize, sempre.

Beijo

=)

Maria Inês Feijó disse...

Nane tb sou pisciana e acredito que o sonhar seja uma das características mais marcantes de todos os piscianos. Com o passar do tempo vamos aprendendo a lidar com a frustração do sonho não realizado e ao mesmo tempo utilizando estes mesmos sonhos como combustível para realizarmos o que tanto desejamos. Lembra sempre que tudo o que passamos, tanto coisas boas como ruins, são excelentes aprendizados. Beijos e boa semana.

Rachel disse...

Concordo plenamente com a Ana Cristina...somos aquilo que escolhemos ser!
E o seu futuro está literalmente ligado a isso, portanto, é muito importante saber o que se quer e trabalhar com todas nossas forças para isso!!!
Força Sempre, garota!!!

Bjuss!!!

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails